Novo Vírus para Android preocupa Especialistas

  

Novo Malware ataca smartphones com versões anteriores ao Android 5.0 e é capaz de roubar informações e realizar alterações nas configurações do aparelho.

Recentemente, passamos a acompanhar diversas notícias a respeito de novos e perigossísimos malwares para o Android, que chegam até mesmo a ''sequestrar'' o dispositivo do usuário, que é obrigado a pagar para ter seu smartphone ''de volta''. Agora, segundo a Skycure, um novo malware deve preocupar ainda mais os usuários do Android, se tratando de um vírus extremamente poderoso e que se dissemina por meio de sites infectados na WEB.

Os sites aparentemente não são maliciosos ou infectados por vírus, porém, ao usuário clicar nos mesmos o "clickjacking" (nome dado ao malware) encontra brechas de segurança em seu dispositivo para ter acesso a informações extremamente pessoais como mensagens, e-mails, contatos e dados de aplicativos, o que inclui número de cartão de crédito usado em jogos e várias outras informações pessoais contidas em seu dispositivo.

Com isso, além do hacker ter acesso a todas essas informações, o que por si só já é um verdadeiro desastre, ele ainda pode alterar configurações de seu aparelho podendo fazer com que você não apenas tenha seus dados roubados, como excluídos do sistema Android.

Porém, o malware ataca versões inferiores ao Android 5.0 Lollipop, ou seja, se você usa o 5.0 ou superior está fora de risco, porém, a notícia é extremamente preocupante, pois hoje 65% dos smartphones Android usam versões que vão do 2.2 ao 4.4.




A recomendação feita pela empresa Skycure é que os usuários desses sistemas mais antigos ou simplesmente troquem de smartphone por um com uma versão mais recente do Android ou então que sejam extremamente cuidadosos ao acessar sites na WEB e baixar aplicativos de lojas de terceiros dentro do sistema.

A notícia deve afetar ainda mais os usuários brasileiros, já que embora não tenhamos dados da porcentagem de usuários que ainda utilizam versões antigas do Android, é sabido que por aqui nem todos possuem condições de sempre estar com uma versão mais nova do Android, o que em outras palavras quer dizer ter um dispositivo mais recente, já que as condições financeiras dos consumidor e do próprio país não ajudam em nada a troca de dispositivos antigos e consequentemente mais vulneráveis por smartphones mais novos e com versões atualizadas do Android.

Por João Trajano






Postar Comentário