Waze apresenta falha que permite o monitoramente de usuários



Recentemente diversos sites de notícias digitais chamaram a atenção para uma falha apresentada pelo Waze, app de navegação que pertence ao Google. A vulnerabilidade em si acaba permitindo que hackers possam seguir cada movimento dos milhões de usuários do aplicativo que o utilizam basicamente para analisar e monitorar os engarrafamentos em tempo real para poderem encontrar o melhor caminho para o seus destinos.

Com a finalidade de demonstrar e também informar sobre a falha (que apesar de parecer não é nova já que ela foi descoberta na segunda metade de 2015) alguns pesquisadores da Universidade da Califórnia nos Estados Unidos conseguiram rastrear um repórter americano pelo período de três dias. De acordo com os pesquisadores a perseguição foi feita por meio da criação dos chamados “motoristas fantasmas”.



Esses perfis falsos podem ser utilizados com a finalidade de se criar engarrafamentos que sejam falsos e também para monitorar aqueles motoristas que se encontram na mesma área.

Isso tudo é possível porque o Waze mostra a quem está usando o app a localização de todos os usuários a partir de uma coisa bem simples: os nomes de login.

O Waze garantiu que foram tomadas medidas de segurança e que as mesmas foram adicionadas a várias áreas do aplicativo entre elas, segundo o app, a proteção contra os motoristas fantasmas.



Mas ao que parece os administradores do aplicativo não consideraram a importância do fato já que volta e meia ela torna a ser notícia. Se bem que se prestarmos atenção esse é um dos apps mais “estranhamente vulneráveis” que o Google possui (opinião de alguns especialistas).

E o que nós podemos fazer para nos proteger?

Quem quiser se prevenir contra esses possíveis rastreamentos na hora de logar escolha logo o “modo invisível”. Essa opção vai permitir que você possa fazer uso do aplicativo e que enquanto fizer isso apareça em “offline” para seus amigos.

Consequentemente, isso quer dizer que não será possível enviar relatórios, mensagens ou ainda editar os locais. Pode parecer estranho e chato, mas para evitar qualquer tipo de invasão vale a pena já que assim ninguém irá segui-lo.

Mas fica o lembrete: Sempre que você sair do aplicativo esse modo invisível será desativado. Por isso, toda vez que for usá-lo será necessário repetir todo o processo para ativá-lo.

Por Denisson Soares





Postar Comentário