Novo Moto X pode ser lançado pela Motorola


  

Teste de Benchmark por ter revelado o lançamento de uma nova versão do Moto X.

No começo do ano, diversos rumores deram conta de que a linha ''Moto'' da Motorola poderia chegar ao fim, mesmo com o sucesso, tudo graças a aquisição da empresa pela Lenovo, que pretende dar novos nomes a essa linha. Entretanto, como mencionado anteriormente pela Motorola Brasil, a tendência é que ao menos esse ano a linha Moto siga firme e forte. E ao que parece, isso é verdade, pois o novo Moto X pode ter vazado graças a um teste de benchmark.

Os rumores aumentam pelo fato da empresa ter marcado uma apresentação para o dia 9 de Junho desse ano, para anunciar seu novo dispositivo móvel, não revelando qual seria. Entretanto, embora as notícias indiquem um novo Moto G4, é o Moto X que teve suas possíveis configurações vazadas pelo site GeekBench.

No site, o dispositivo é identificado como ''XT1650'' e ao que tudo indica, essa é a versão 2016 do dispositivo, que pode contar com o processador Snapdragon 820 e 4GB de RAM.

O dispositivo aliás, contou com uma boa pontuação nos testes realizados. O possível Moto X 2016 conseguiu 2.309 pontos com um núcleo e 5.344 pontos com quatro núcleos do processador da Qualcomm. Em comparação com os demais dispositivos que contam com configurações parecidas, o dispositivo está na média de pontuação. Nos testes, o dispositivo estava equipado com o Android 6.0.1 Marshmallow.




Por enquanto, apenas essas configurações foram apresentadas pelo GeekBench, porém, rumores indicam que o dispositivo deve contar com duas versões com armazenamento variando de 32GB a 64GB. A tendência é de também uma tela grande, mas dentro dos padrões atuais, com 5,5 polegadas em Quad HD e uma bateria extremamente potente.

Por enquanto, a Motorola ainda não se pronunciou quanto aos testes divulgados, o que, como de costume, não deve acontecer, até o evento da Motorola que irá acontecer no mês de Junho. Vale ressaltar que essa geração dos smartphones Moto tem tudo para ser a última, visto que a Lenovo tem a pretensão de mesclar o nome de suas famílias de smartphone com as da Motorola, bem como terminar de vez com a marca Motorola, unificando de uma vez por todas as duas empresas após a compra.

Murilo Couto






Postar Comentário