iPhone SE deve custar mais de R$2.600 no Brasil

  

Na última quinta-feira, dia 05, a Apple divulgou por meio de seu site os preços para o tão falado iPhone SE, próximo lançamento da empresa no Brasil. De acordo com as primeiras informações divulgadas o modelo que conta com 16GB sairá pelo valor de R$2.699. Já o modelo de 64GB o preço inicial deverá ser de R$2.999. Os aparelhos chegarão no mercado nacional nas cores prateado, ouro rosa, cinza espacial e dourado. O dispositivo já recebeu sua homologação pela Anatel e deve começar a ser vendido nas próximas semanas.

O novo aparelho marca o retorno da Apple ao segmento das telas de quatro polegadas e chama a atenção por ser o celular com preço mais baixo já lançado pela companhia até então. Nos Estados Unidos os preços começam em US$399. Isso seria algo em torno de R$1.440 para a versão sem contratos com as operadoras e com 16 GB. O de 64GB lá fora está saindo por US$ 499 (cerca de R$1.800).

No site da Apple também há outros modelos sendo vendidos na versão brasileira. Entre eles estão o iPhone 6 e 6S nas versões com telas de 4,7 polegadas e Plus, que possui telas de 5,5 polegadas. O iPhone 6 pode ser adquirido por preços que começam em R$3.199. No caso da versão 6S os preços iniciais se iniciam em R$3.999. Para aqueles usuários que preferem aparelhos com telas grandes há o iPhone 6 Plus. O preço inicial é de R$3.499 e no caso do 6S Plus por R$4.299.

Quanto ao 5S a loja oficial da marca não está mais vendendo o modelo. Porém, ele ainda pode ser encontrado nos mais variados sites de varejo por cerca de R$1.700.




Como apontado anteriormente o SE serve como marco para o retorno da Apple para as telas de quatro polegadas. Antes dele, o último dispositivo lançado como essa tela foi o iPhone 5S e 5C que surgiram lá em 2013. O SE foi anunciado oficialmente no mês de março e chamou a atenção por seguir um caminho bem oposto ao apresentar uma tela menor quando a “moda” são telas cada vez maiores.

Na época do lançamento do SE a Apple disse que a tela menor foi uma alternativa justamente pelo fato de que as pessoas gostam mais de telefones menores.

Além disso, uma parcela significativa de usuários da marca tiveram o primeiro contato com ela por meio de aparelhos com telas de quatro polegadas. Somente no ano passado foram comercializados 30 milhões de iPhones com telas nesse tamanho.

Por Denisson Soares






Postar Comentário