Uber é liberado em São Paulo

  

Prefeito de São Paulo assinou decreto que legaliza o aplicativo na cidade

O já popular, Uber, aplicativo de transporte privado, foi finalmente liberado na cidade de São Paulo nesta quarta feira (11/05) pelo prefeito Fernando Haddad por meio de um decreto. São Paulo foi cenário de protestos de taxistas insatisfeitos com o aplicativo, mas por fim, a empresa comemora a liberação como um “primeiro passo”.

A empresa ainda disse em nota no site Uber Newsroom que há quase dois anos o aplicativo começou a atuar com seus serviços em São Paulo.Sobre a decisão a empresa chamou a atenção para o fato de que o primeiro passo foi tomado para que aplicativos do gênero tenham um espaço na cidade. Além disso, ressaltou que continuará com a missão de oferecer uma alternativa de mobilidade que seja acessível e eficiente aos usuários.

O decreto permite a “exploração de atividade econômica privada de transporte individual remunerado de passageiros de utilidade pública” e regulamenta o serviço, com algumas exigências, como a necessidade de habilitação com autorização para os motoristas. Para isso, os motoristas do Uber devem se cadastrar no CONDUTAX (Cadastro Municipal de Condutores de Táxi), passar por curso de formação com conteúdo decidido pela prefeitura e ter Seguro Obrigatório além de seguro para os passageiros.

Além disso, a Uber vem ganhando grande destaque mundial, trazendo agora uma nova modalidade, o UberPool, o mesmo já conta com cerca de 20% das corridas feitas pelo aplicativo no mundo todo – de acordo com o chefe de estratégias da empresa, David Plouffe.




A modalidade do UberPool permite ao consumidor compartilhar o carro com outros usuários, assim sendo, o valor da corrida é reduzido. É possível que o valor chegue a ser 40% mais barato do que outro serviço do aplicativo, o UberX – serviço que utiliza carros compactos e já era cerca de 30% mais barato que o UberBLACK (serviço que utiliza sedãs médios).

Desde o lançamento, no mês passado, a empresa já contabilizou mais de cem milhões de viagens feitas com essa versão mais barata do serviço. Essa versão foi lançada antes no exterior, em agosto de 2014, porém chegou apenas recentemente ao Brasil. O Uber tem aberto mão do lucro de corridas individuais, porém aumentado a renda com o crescimento de corridas, oferecendo assim opções baratas e interessantes ao consumidor, marca da liberdade de mercado.

Tobias L. Clark 






Postar Comentário