Galaxy S7 – Atualização para Android Nougat faz Duração da Bateria Diminuir



Testes mostram que nova atualização do Android para Galaxy S7 compromete a duração da bateria do aparelho.

Até que enfim a Samsung resolveu liberar a distribuição do Android Nougat para os consumidores usuários do Galaxy S7 e do S7 Edge. Mas o que poderia ser uma boa notícia para os usuários dos dispositivos se transformou exatamente no oposto (mas nem tanto!). Isso porque alguns testes feitos apontaram que a bateria, depois do update, passou a ter uma duração menor chegando a apresentar uma perda na faixa de 10% de seu desempenho.

Os testes foram feitos pelo PhoneArena, que comparou os dispositivos ainda antes da atualização e que contavam ainda com o Android Marshmallow com os aparelhos que receberam o update. Foi assim que foi percebida a perda da eficiência da bateria.



Na situação do Galaxy S7, que conta com uma bateria de 3.000 mAh, o dispositivo resistiu cerca de 397 minutos ao teste antes de chegar ao ponto zero da bateria (antes da atualização). Com Android Nougat a duração sofreu uma queda para 360 minutos, representando cerca de 10%.

Poupar a bateria!?

De tudo isso um fator chamou a atenção de todos: A atualização disponibilizada pela Samsung veio com mais recursos para os usuários justamente para que fosse possível poupar mais bateria! Pois é… não dá pra entender. A Samsung colocou na atualização um sistema que tem como finalidade reduzir o consumo de energia da tela dos dispositivos. Para isso ele reduz a resolução da tela para 1920×1080 (Full HD) em vez de deixar no padrão que é de 2560 x 1440 (2k).

Então vem a pergunta: Os smartphones merecem essa atualização ou não? Bom, mesmo considerando o fato de que a bateria durará um pouquinho menos, é bem provável que ainda vai valer a pena fazer o update. Isso se olharmos para as diversas melhorias no sentido visual como, por exemplo, as novas e mais rápidas funções multitarefas. Além disso, ainda vamos ter algumas melhorias na câmera. No mais ainda tem o fator segurança, já que quanto mais atualizado o dispositivo estiver, menos propenso a vulnerabilidades ele vai estar.



E para fechar, os usuários não precisam se preocupar muito com a questão, já que tudo que envolve softwares pode ser resolvido sem grande demora (se a fabricante assim quiser) ou ao menos melhorado, por meio de novas atualizações.

Agora resta saber quando e se a Samsung vai liberar alguma correção para esse pequeno detalhe.

Por Denisson Soares





Postar Comentário