Jogo Baleia Azul – O Que é e Principais Riscos

  

Saiba os detalhes do Jogo Baleia Azul e todos os seus riscos.

Um jogo extremamente sinistro e que está causando o maior alarde no Brasil e no mundo, é o jogo da Baleia Azul. Esse jogo, que pode ser considerado no mínimo absurdo, está sendo disputado entre adolescentes nas redes sociais com alguns desafios surreais como automutilação, bater fotos assistindo filmes de terror, ficar enfermo com excesso de remédios e o mais assustador de tudo: até cometer suicídio.

Esse jogo sem sentido teve origem na Rússia, mas está viralizando por aqui como o caso de uma adolescente de 16 anos que teve a vida ceifada por causa do jogo, no estado do Mato Grosso e uma suspeita de morte que está sob investigação policial na Paraíba.

Para se ter uma ideia de quanto esse jogo domina as pessoas, uma jovem de 15 anos se jogou do alto de um prédio e outra de 14 anos se jogou na frente de um trem em movimento. Ambos os casos aconteceram na Rússia em 2015 e depois de muita investigação, a polícia local relacionou os fatos a um grupo online que participava de alguns desafios com 50 missões, sendo a última tirar a própria vida.

O jogo da Baleia Azul tomou força no ano passado e foram confirmados 130 suicídios que tiveram suposta ligação com os denominados grupos da morte online. O maior problema para os pais e as pessoas de bem, é que todas as coisas na internet se espalham de forma muito rápida, até coisas que jamais imaginamos.




O jogo vem se alastrando pelo planeta de tal forma que até as escolas de países de primeiro mundo já estão fazendo uma campanha de alerta para as famílias dos seus alunos, depois que alguns adolescentes apareceram com alguns sinais de mutilação, cortes pelo corpo e sinais de queimaduras.

Jogos que envolvem risco de vida estão virando moda entre algumas comunidades de adolescentes na internet e todo o cuidado e vigilância dos pais é pouco. Os responsáveis devem monitorar os filhos quanto ao uso da internet, observar algum tipo de comportamento diferente do usual e principalmente ter uma boa dose de conversa com os filhos para que possam refletir das terríveis consequências desse jogo mortal que acabam com vidas e com famílias, por falta de esclarecimento ou do uso inadequado das redes sociais.

Rodrigo Souza de Jesus






Postar Comentário