Sistema de Bloqueio de Celulares Roubados é adotado em São Paulo

  

Bahia, Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Espírito Santo, Roraima e Rio de Janeiro também já estão habilitados a participar do sistema.

O Governo do Estado de São Paulo fez aderência ao Cemi, o Cadastro Nacional de Estação Móveis Impedidas, o qual tem supervisão da Anatel. As negociações junto com o Governo do Distrito Federal também já se encontram bem adiantadas para incluí-lo no referido sistema, o qual permite que seja facilitado o bloqueio de aparelhos móveis que são furtados, extraviados ou roubados, sem que seja necessário se dirigir até a empresa de telefonia.

Fazendo parte deste Cadastro Nacional, o registro para que o bloqueio seja realizado começa a ser executado pelas polícias dos estados que participam do Cemi e também pela Polícia Federal. O setor técnico deste órgão, no momento já está em processo de fechamento de contrato com os estados do Alagoas, Acre, Amapá, Maranhão, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Piauí, Rondônia, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Tocantins e Sergipe, para que seja ampliada a quantidade de estados do Brasil que participam do cadastro.

O Cemi, que tem a supervisão realizada pela Agência Nacional de Telecomunicações, é operado pela Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações e está sendo implementado pelas próprias prestadoras de serviço de telefonia móvel. No ano de 2015 foi estabelecido pela Anatel um Grupo de Trabalho deste cadastro para que o mesmo pudesse fazer uma evolução do sistema que já existia naquele momento.




Sendo assim, foi implantado um ambiente online, o qual dá a permissão para as autoridades policiais de realizar o registro de aparelhos que forem furtados, roubados ou até mesmo extraviados, de forma direta no banco de dados distribuído do Cemi. Esta tecnologia também é válida para distribuidoras, fabricantes ou comerciantes de aparelhos celulares, os quais podem ter, por exemplo, uma carga furtada e assim não necessitam entrar em contato direto com as empresas prestadoras de serviços móveis para realizar tal bloqueio, sendo necessário somente contatar o habilitado órgão de segurança.

Além do estado de São Paulo, diversos outros estados do Brasil já possuem o termo de adesão assinado e já estão habilitados a participarem deste cadastro, os estados são: Bahia, Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Espírito Santo, Roraima e Rio de Janeiro.

FILIPE R SILVA






Postar Comentário