Atualização do WhatsApp irá permitir assistir Vídeos do Youtube

  

Usuários poderão assistir vídeos do Youtube direto pelo app. Nova funcionalidade está sendo testada inicialmente com usuários do iPhone.

O Whatsapp é o mensageiro mais utilizado em todo o mundo, por isso é essencial que ele se atualize constantemente, a fim de atender todas as necessidades dos usuários para não perder seu posto.

Ultimamente, o utilitário tem adicionado diversas funcionalidades, além de sofisticar o design, os emojis e afins, o mensageiro já recebeu opções de chamada de voz e de vídeo via internet. Antes, era possível apenas enviar áudios e vídeos, agora já é possível ter essa conversa online via voz ou imagem, além de que outras mídias podem ser enviadas pelo aplicativo agora, como documentos de outros formatos e também em grande quantidade, já que o limite de mídia antes era de 10 envios simultâneos e agora é de 30.

Uma das coisas que mais incomoda quando alguém nos manda uma mensagem, é quando ela vem em forma de link, de forma que não possamos visualizar o conteúdo almejado através do próprio aplicativo, nos fazendo abrir outra janela, o que, no celular, pode ser um pouco irritante, já que os navegadores nem são muito usados, no comparativo com as aplicações.

A nova funcionalidade no Whatsapp, lançada essa semana, é que o aplicativo vai permitir a reprodução de vídeos de Youtube diretamente na janela de conversa. Ou seja, quando você mandar um link do Youtube, a pessoa poderá dar o play no vídeo sem sair do Whatsapp. Isso, sem dúvida, otimiza o funcionamento do aplicativo.




A novidade ainda está em versão beta, ou seja, sendo testado. Por enquanto o player próprio foi liberado para iPhones 6, 6 PLUS, 6s e 6s PLUS, além das versões para iPhone 7 e 7 Plus. É provável que haja a expansão para Android e outros modos operacionais, mas ainda não há previsão.

A nova funcionalidade também torna possível assistir os vídeos em modo de tela cheia, além do modo picture in picture. O link ainda fica disponível abaixo da visualização, caso a pessoa deseje executar o vídeo de outra forma.

Carolina B.






Postar Comentário