OnePlus 3T – Análise, Preço e Ficha Técnica


  

Conheça aqui todos os detalhes do OnePlus 3T.

Não é só das grandes empresas que vive o mundo dos smartphones com alto desempenho. Com a diversificação do sistema Android e o avanço cada vez mais rápido da tecnologia mobile, diversas empresas, até então desconhecidas por muitos e que não atuam no Brasil, conseguem trazer um conjunto de especificações para brigar de frente com as marcas mais populares, cobrando um valor mais justo e apresentando uma experiência de uso bastante interessante. O OnePlus 3T é um destes que pode ser o companheiro perfeito da maioria dos usuários, desde os mais exigentes, até os mais casuais. Mesmo lançado em 2016, seu conjunto de especificações supera os aparelhos intermediários apresentados em 2017.

Desempenho

O OnePlus 3T ainda pode ser considerado um aparelho atual, mesmo um ano após seu lançamento. Possui aqui um processador Snapdragon 821, com quatro núcleos, sendo dois com frequência 2.35GHz e outros dois núcleos operando na frequência de 1.6GHz. Esse processador aliado a GPU Adreno 530 e 6GB de memória RAM, deve rodar todos os aplicativos e jogos presentes na Play Store com folga por anos, devido ao seu desempenho. Mesmo parecendo inferior aos processadores com oito núcleos, presente na maioria dos intermediários, não se engane: é um top de linha que dá conta tanto das tarefas que requerem menos desempenho, quanto daquelas que demandam mais força do smartphone.

O modelo também traz embarcado um espaço interno de 128 GB, porém, sem possibilidade de expansão. Dificilmente alguém irá lotar toda essa memória interna, porém, a possibilidade de expansão acaba sendo um ponto negativo pra muitas pessoas que precisam transportar arquivos e conteúdos via cartões micro-sd, por exemplo. O que auxilia é o suporte a OTG, ou seja, pendrive, mouse, teclado e outros periféricos que podem ser plugados através de um adaptador, preenchendo a necessidade de quem utiliza a entrada usb como expansão. Porém, é bom frisar que não se pode transferir aplicativos para um pendrive, sendo utilizado apenas para a transferência de arquivos.

Tela

O OnePlus 3T capricha em sua tela. São 5.5 polegadas com resolução FULL HD (1080×1920), com uma densidade de 401 ppi, ou seja, uma tela que está de igual para igual a concorrentes como o Galaxy S7, por exemplo. A tecnologia deste display é a Super AMOLED, trazendo cores mais vivas e uma experiência de visão totalmente diferenciada. É um painel diferenciado.

O OnePlus 3T não segue os padrões de tela infinita, encontrando aqui as bordas um pouco maiores, mas com um bom aproveitamento frontal. A tela tem proteção Gorilla Glass 4, que protege contra riscos, mas não protege contra quedas, sendo necessário um cuidado maior.

Câmeras

Como o OnePlus 3T é um aparelho topo de linha, suas câmeras também seguem esse padrão. Na traseira, a OnePlus equipou este aparelho com um sensor de 16 MP, com abertura F/2.0, estabilização óptica, autofoco, foco por toque, flash LED e possibilidade das fotos serem tiradas em modo HDR. Na parte de filmagens, o usuário pode gravar na resolução 4K a 30Fps, mesmos números de aparelhos como o iPhone 7 e Galaxy S7, por exemplo. A câmera traseira também possui estabilização de vídeo e possibilidade de gravação em modo Slow Motion a 120 Fps.




Na parte frontal, o sensor de 16 MP deve mandar bem nas selfies, possibilitando a gravação de vídeos em FULL HD a 30 FPs, com modos de foto em modo selfie, smile detection e outros.

Conectividade, dados, sistema, preço e disponibilidade

O OnePlus 3T tem suporte a maioria das bandas de redes 4G, incluindo o padrão brasileiro de conectividade. Suporta conexões 3G, EDGE, GPRS, UMTS e HSPA. Possui sensor de acelerômetro, sensor de proximidade, giroscópio, bússola, microfone para redução de ruído e desbloqueio por sensor de impressão digital, que está localizado na parte frontal, juntamente com seu botão home. Apesar dos vários sensores, o aparelho não tem funções de rádio fm e TV digital.

O aparelho tem peso de 158 gramas e vem equipado com o Android 6.0.1 com uma versão chamada OxygenOS, similar ao Android puro, porém, com funções que a fabricante incorporou, semelhante a Motorola com o Android mais próximo do puro.

Como o aparelho não é vendido no Brasil, os interessados podem optar pela importação em sites do exterior, por preços que podem chegar aos R$ 1.500,00 ou optar pelo Mercado Livre, por preços acima dos 2 mil reais. Caso opte por importar o produto, o comprador poderá ter que pagar taxas alfandegárias.

Por Leandrinho de Souza






Postar Comentário