Limpando telas de eletrônicos sem danificá-las




Os celulares hoje em dia viraram aquele famoso “companheiro de todas as horas”. Até no banheiro as pessoas costumam não ficar sem ele. E por isso mesmo ele é um dos eletrônicos que mais se sujam. As marcas de digitais e poeira raramente passam imperceptíveis. E junte-se a isso as bactérias e os germes que ficam ali.

A eficiência das telas atuais as deixa mais sensíveis não apenas ao toque, mas também ao acumulo dessa sujeira. Saber como limpá-las é mais do que uma questão de higiene.


Seja um pano suave e seco, um pano úmido ou ainda no serviço autorizado a atenção tem que estar presente.

Um pano limpo e seco sempre é uma boa alternativa. Mas cuidado: Se ele estiver empoeirado poderá arranhar a tela.

De qualquer maneira os manuais sempre vem com orientações nesse sentido. Pular essa parte do livrinho pode ser um erro fatal para o aparelho.


E os germes? O que fazer sobre eles? O uso de álcool isopropílico ou etílico é uma das maneiras mais eficientes para deixar as telas dos eletrônicos limpas nesse sentido.

Entretanto, tem um porém: O uso de produtos químicos com uma relativa frequência pode acabar danificando a tela. E acrescente-se o fato de que os eletrônicos contam com telas muito sensíveis aos líquidos.

De qualquer maneira vale destacar que o álcool isopropílico ou o ácido acético são substancias que apresentam um baixo pH e por isso mesmo os microrganismos não sobrevivem.

No caso do isopropílico ainda tem o benefício de o risco de dano elétrico ser menor caso o líquido escorra para dentro do aparelho. Isso porque ele evapora com mais rapidez. Grande parte dos serviços técnicos fazem uso desse produto. Mas a aplicação por uma pessoa não preparada já é outro assunto.

Por outro lado existem itens que devem ser evitados de qualquer forma. Entre eles claro, os materiais ásperos, lenços faciais, toalhas e até a água da torneira já que possui muito cloro e pode acabar manchando a tela.

Se for usar água a melhor forma é umedecer um pano.

Na dúvida (e no caso de não saber onde está o manual com as orientações) a dica é sempre buscar a ajuda de uma assistência especializada. É sempre melhor do que correr riscos.

Por Denisson Soares

 

 

Related Post





Postar Comentário