Empresa divulga Novas Informações sobre o Vírus Dogspectus para Android



Malware é capaz de \”sequestrar\” o dispositivo e desabilitar funções até que o usuário pague uma quantia para desbloquea-lo.

Nos últimos meses, o número de notícias relativas a novos vírus criados para atacar o sistema operacional Android vem se tornando cada vez mais constantes. Entre os principais vírus, temos aqueles que ''sequestram'' os dispositivos, fazendo com que o usuário tenha de pagar para ter seu dispositivo ''de volta''. Na última segunda-feira, 25, um novo malware que faz exatamente esse trabalho foi descoberto pela Blue Coat Systems e pode ameaçar cerca de 21% dos usuários do sistema.

A notícia relativa ao vírus já havia sido anunciada na última segunda, porém, somente agora a empresa de segurança divulgou maiores detalhes a respeito do novo vírus. A porcentagem de 21% dos usuários do Android estarem vulneráveis pode parecer razoável, entretanto, quando levamos em consideração o número de usuários do sistema, chegamos a conclusão de milhões e milhões de usuários estão em risco graças a ação dos hackers.



Não é necessário clicar ou instalar absolutamente nada para que seu dispositivo seja infectado pelo vírus que vem sendo chamado de "Dogspectus", que está presente principalmente em sites pornográficos, famosos por abrigarem centenas de milhares de vírus dos mais diversos. A preocupação ocorre pelo fato de que somente de acessar o site infectado, o usuário acaba por infectar seu dispositivo, no ataque que recebe o nove de ''drive-by''.

O ataque acaba por ''sequestrar'' o dispositivo, pelo fato de instalar um ramsonware no dispositivo do usuário, que por sua vez desabilita diversas funções do smartphone e bloqueia o mesmo para que seu usuário não possa utilizá-lo até o realizar o pagamento, muitas vezes cobrado em bitcoin ou, como vem acontecendo com maior frequência nesse caso, cartões pré-pagos do iTunes.

Leia também:  Despertador para Celular - Melhores Aplicativos Android


A boa notícia, entretanto, é que dos golpes relacionados ao ''sequestro'' de dispositivos, este parece ser o mais fácil de se reverter, visto que pode ser facilmente removido do sistema do usuário, principalmente no caso de usuários que possuem antivírus.

A ameaça de que 21% dos usuários do Android está correndo risco de ser infectada com o vírus, é o fato de que o vírus só vem infectando os dispositivos que possuem versões até a versão 4.3 Jelly Bean, podendo também estar atacando o 4.4 Kitkat, mas não há nenhum tipo de confirmação quanto a isso.

A empresa também divulgou uma lista com alguns sites maliciosos os quais o usuário não deve acessar, sendo que a lista pode ser encontrada em seu site oficial.

Maria Luiza Mazzo

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *