Chrome 51 chega com um novo gerenciador de senhas



De acordo com a fabricante a novidade não deve ser colocada na Windows Store.

A versão 51 do Chrome, navegador padrão do Google, foi liberado recentemente por meio do canal estável do navegador. Em um primeiro momento, é bom destacar, a novidade só estará sendo disponibilizada para o Windows e também para o Mac. O Linux vai ter que esperar mais um pouquinho. E o que vale a pena ser destacado na nova versão?

Bom, para início de conversa a última versão do navegador do Google chega já com as correções de alguns bugs além das clássicas configurações que visam a melhoria da segurança para os usuários.



Mas tem mais, a nova versão ainda conta com uma nova API voltada para o gerenciamento de credenciais. O objetivo é melhorar a experiência dos usuários quando estes precisarem fazer logins em sites.

Com todas as implementações feitas pelo Google a expectativa é de que o gerenciador de senhas construído pela empresa acabe ficando melhor graças a já citada API de gerenciamento.



Sendo assim, os websites terão a possibilidade de interagir de maneira mais aprofundada e direta com o gerenciador de senhas do Google Chrome. Além disso, será possível ampliar o suporte a diversos serviços de conta tais como o Smart Lock do Google e até mesmo o Facebook.

Via de regra a palavra de ordem aqui é praticidade. Isso porque com apenas um simples toque a coisa pode entrar em ação. Fica a dica de que esse recurso é especialmente facilitador para quem costuma fazer logins em aparelhos móveis ou ainda aqueles sites que contam com logins personalizados.

Como já começamos a perceber há muito tempo os sites da atualidade possuem uma gama cada vez maior de vídeos e widgets sociais que, apesar de sua significativa utilidade, acabam por sobrecarregar o processamento e desacelerar a experiência de quem está usando o dispositivo.

Leia também:  Oi Play - Serviço permite Assistir TV Online no Celular

Com a versão 51 o Chrome deixará de lado a execução do pipeline de processamento exclusivamente para aqueles quadros que ficam fora da tela. Com isso o trabalho poderá ser reduzido de modo significativo e o consumo de energia cair para 30%.

O Chrome 51 traz 42 atualizações que visam a correção de problemas de segurança. Trabalho foi resultado de pesquisas internas e externas.

Por Denisson Soares

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *