Uber passa a aceitar Pagamento com Cartões de Débito



Nova modalidade deve aumentar a quantidade de clientes da empresa.

Quem já utiliza a comodidade do serviço de Uber, vai adorar saber que o recurso anunciou mais uma novidade para facilitar a vida de seus usuários. Isso porque, a partir desta terça-feira, dia 2 de maio, quem for cliente do serviço, poderá pagar as suas viagens utilizando um cartão de débito.

A facilidade será oferecida diretamente no aplicativo, sem a necessidade de uma maquininha física para isso. Além disso, é importante saber que, inicialmente, a ferramenta estará disponível somente para três bancos. Sendo assim, os clientes dos bancos Bradesco e Banco do Brasil poderão utilizar um cartão da bandeira Visa de múltiplas funções (débito e crédito). Já os clientes do banco Santander poderão pagar com o cartão de débito ou de múltiplas funções da bandeira Mastercard.



Segundo o diretor geral da Uber no Brasil, em comunicado oficial, a opção de pagamento irá aparecer ao longo desta semana no app de cada usuário. Ainda conforme o mesmo, a novidade foi adotada para desenvolver ainda mais o serviço, com meios de pagamento que sejam mais seguros e mais modernos, e que dêem mais opções de pagamento ao usuário em suas viagens.

Vale salientar que essa modalidade de pagamento somente irá funcionar após o cadastro do cartão e de seus dados na seção intitulada como “Pagamentos”, dentro do aplicativo. Futuramente, os planos da Uber são de que mais bandeiras e bancos sejam adicionados ao recurso, abrangendo, assim, todos os cartões utilizados pelos usuários.



Um pouco sobre a Uber

Após sua fundação no ano de 2009 pelos visionários Trayis Kalanick e Garrett Camp, a Uber passou por diversos processos de mudanças. De sua proposta inicial de ser um serviço de táxi de luxo, ela passou por milionários investimentos que a transformaram em uma multinacional que presta serviços eletrônicos na área de transporte privado.

Leia também:  Xiaomi Mi 6 - Especificações, Características

Sendo assim, o seu funcionamento ocorre a partir de um app no qual o usuário solicita um serviço semelhante ao tradicional táxi. Atendendo cada vez mais cidades no Brasil, não há cobrança direta dos motoristas para o usuário da carona. Sendo assim, esse é feito diretamente pela Uber, que observa nos seus preços a melhor relação de oferta e demanda.

Seu crescimento é notável e vem chamando cada vez mais atenção. Só em 2014, a empresa foi avaliada em 18,2 bilhões de dólares, números esses que vêm crescendo desde então.

Kellen Kunz

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *