Novo iOS 11 – Como Atualizar o Sistema



Saiba aqui como funciona o processo para atualização do iOS.

A Apple parece não ter tido muita sorte com o seu mais novo sistema operacional móvel. Liberado ainda no mês passado, juntamente com os novos iPhones, o iOS 11 sofre com problemas de desempenho, constantes falhas e também baixa autonomia de bateria. Mesmo com as promessas de melhorias, a atualização ainda é alvo de reclamações dos consumidores em fóruns da fabricante e também nas redes sociais e na internet.

Para minimizar estes problemas, a Apple soltou ontem, dia 3 de outubro, mais uma atualização. Chamada de iOS 11.0.2 ele pesa pouco mais de 270 MB e está disponível a todos os aparelhos suportados. Além das melhorias e correções de bugs, a fabricante prometeu corrigir os problemas de ruídos estranhos em ligações efetuadas através do iPhone 8, na abertura de e-mails utilizando o app nativo e também o suposto sumiço de fotos na galeria. Esta é a segunda correção com problemas nos e-mails.



O iOS 11.0.1 que foi liberado a alguns dias prometia a correção no aplicativo padrão de e-mails aos usuários que estavam enfrentando problemas ao logar com contas de e-mail da Microsoft de um modo geral.

Apesar da atualização chegar, diversos usuários aproveitaram, instalaram a mesma e ainda reportam os mesmos problemas. Destacam-se entre eles a baixa autonomia da bateria, reduzindo em até 60 por cento a capacidade da mesma se comparar com a versão anterior (iOS 10.3.3), sob as mesmas condições de uso. Outros bugs encontrados são os travamentos em alguns aplicativos específicos, forçando uma reinicialização do aparelho apertando o botão de desligar e o de volume e também bugs na tela de notificações.



Para se ter uma ideia, pouco mais de 35 por cento dos usuários atualizaram seus dispositivos para o iOS 11, o que torna está a adoção mais baixa da história de um sistema operacional da Apple. O número deve preocupar a Apple que ainda assina a versão iOS 10.3.3, mesmo após duas atualizações incrementais do iOS 11. É a primeira vez que isto acontece, haja vista que a Apple não adota este tipo de procedimento, o que impede os usuários de realizarem o “downgrade” de versão.

Leia também:  Apps de mensagens viram mais populares que as redes sociais

Aparelhos suportados

Cumprindo a premissa e o costume de atualizar aparelhos de forma rápida e ampla, o iOS 11 desembarcou nos aparelhos que receberam suporte no último dia 19 de setembro. Receberam de forma oficial o novo sistema os seguintes aparelhos: iPhone 5s, iPhone 6 e 6 plus, iPhone 7 e 7 plus, iPhone SE, além dos novos iPhone 8, 8 plus e iPhone X (estes três últimos recebendo o iOS 11 de forma nativa), iPod Touch de 6ª geração, iPad Air 1 e 2, iPad Pro, iPad Mini 2, 3 e 4.

Para este ano, o verdadeiro foco da atualização foram os tablets recebendo funções bastante interessantes. Agora, o iPad, assim como o iPhone e o iPod recebem um gerenciador de arquivos nativo, reunindo ali os arquivos dos serviços de armazenamentos juntando todos em um. Outro recurso que chamou a atenção é uma nova barra no iPad, que se assemelha muito aos Macbooks com o OSX e também a nova central de controle que conta com gerenciamento e possibilidade de ligar e desligar conexões, capturas de tela de forma nativa e a utilização do 3D Touch nos aparelhos compatíveis para controlar funções como volume e brilho na tela.

A App Store que é a loja de aplicativos recebeu um visual parecido com o Apple Music, assim como cards e um novo ícone. Outra mudança importante e que beneficia quem tira muitas fotos é o novo formato de imagens, conhecido como HEIF, reduzindo assim o tamanho das fotos auxiliando assim os aparelhos com menos espaço de armazenamento. Para finalizar, a assistente pessoal Siri recebeu a opção de voz masculina, sendo possível alternar entre uma voz feminina e uma masculina.

Por Leandrinho de Souza

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *