Análise do Moto G5S Plus – Review do Aparelho



Novo modelo G5S Plus da Motorola traz duas câmeras com menor preço, mas aparelho deixa a desejar em alguns quesitos.

Desde o ano passado, smartphones com câmera dupla tem alcançado a graça do público. Com exceção da Sony, todas as outras grandes marcas já possuem pelo menos um aparelho com essa característica, sendo que, no caso da Motorola, o Moto G5S Plus vem apresentado essa qualidade dentro da classe intermediária, ou seja, de aparelhos que custam menos de R$ 1.500. O único smartphone que chegou perto desse valor, foi o Zenfone 3 Zoom, mas a faixa de preço dele ainda está superior aos R$1.500, com teto em R$2.000.

Segundo o que vendem as marcas, a câmera dupla (com duas lentes) tem melhor desempenho que uma câmera comum, seja no melhoramento de recursos já existentes como zoom e foco, por exemplo, seja no implemento de novas funções, como a troca de enquadramento, mudando do normal para o panorâmico.



Trazendo essa realidade para o aparelho do qual tratamos, a Motorola usou de muita dedicação e aplicou ambas as atrações no Moto G5S Plus: o foco é melhor e no caso da edição de imagens, pode-se usar os recursos acima citados. Para quem está acostumado a consumir os modelos intermediários, essa é uma alternativa ousada, pois traz esse bônus em relação aos outros aparelhos da linha.

3 efeitos para pós processamento das imagens

O Moto G5S Plus traz em sua câmera, um trio de efeitos: foco seletivo, substituição do plano de fundo e também preto e branco seletivo. Esses efeitos são equivalentes aos apresentados pela marca com o Moto Z2 Force, top de linha. Para poder usar esses efeitos, antes de bater a foto na qual deseja usá-los, o usuário deve ativar o senso de profundidade da câmera.

Leia também:  Samsung Galaxy A7 2017 - Características e Ficha Técnica


O efeito de foco seletivo é muito interessante pois traz um ar diferente e mais criativo às fotos, desfocando o que não interessa ou mantendo um fundo desfocado. No geral, a evidência é bem aplicada, mas de vez em quando o desfoque pega elementos ao redor do cenário principal e entende como coadjuvante e vice-versa.

Esse defeito se intensifica quando o uso do preto e branco seletivo é usado ou quando substitui-se o plano de fundo. se você faz um recorte do objeto para colocá-lo sobre outro fundo ou seleciona o primeiro plano pro resto ficar preto e branco, as falhas ficam muito aparentes.

No caso da câmera traseira ser usada de modo convencional, você pode até ficar satisfeito, já que ela atende bem desde que você não queira fotografar algo em movimento ou no escuro. Para solucionar isso, você deve ajustar a exposição de forma manual para conseguir melhores resultados.

O modo panorama também pode ser usado na câmera frontal, que conta com 8 MP. Na câmera traseira, esse recurso é capaz de fazer imagens em 360 graus. Quando usar a câmera frontal, o recomendável é rodar em volta do eixo, sem mover o aparelho para os lados.

Outras informações:

O aparelho Moto G5S Plus possui corpo de metal, Android 7.1, câmera de 5.5 polegadas e 3GB de memória RAM. Em relação ao modelo anterior, o aparelho traz tela um pouco maior e aumento na memória.

O conector do aparelho é o microUSB tipo B, sendo que o tipo C é mais avançado, pois transmite dados de forma mais veloz, além de poder ser encaixado dos dois lados. Acerca do processador, o aparelho conta com um Snapdragon 625. O desempenho é bom, mas no caso do uso de novos recursos, como a câmera dupla, apresenta lentidão e alguns travamentos.

Leia também:  Samsung Galaxy Note 10 - Novidades

O custo-benefício é ótimo, o aparelho pode ser encontrado por R$1.300.

David Ferreira

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *