Vendas de Produtos na Amazon



Amazon começou a comercializar produtos como TVs, tablets, notebooks, celulares, acessórios para celulares, videogames (jogos e console), e muito mais.

Devido às novas necessidades de mercado, algumas empresas estão precisando se adaptar e expandir o seu leque de produtos. A mais recente prova disso é a Amazon, que após cinco anos atuando fortemente no segmento de livros, decidiu abranger o seu catálogo.

O lançamento oficial ocorreu na última quarta-feira, dia 18 de outubro, trazendo a tona os mais de 110 mil novos produtos incluídos, sendo esses de diversos segmentos em eletroeletrônicos. Alguns exemplos de produtos são: TVs, tablets, notebooks, celulares, acessórios para celulares, videogames (jogos e console), e muito mais.



É importante ressaltar que, em termos de comercialização de produtos novos ou usados, podem vender no marketplace tanto as pessoas jurídicas como as físicas. Para o cadastro, esse ocorre no próprio site, sendo que o mesmo é analisado pela equipe responsável, avaliando todos os quesitos em torno do cumprimento das regras e condições que pautam o serviço.

Todavia, o destaque para um determinado produto é determinado pelo próprio cliente final, já que o sistema é baseado nas avaliações das transações feitas. Ou seja, na experiência do consumidor.



Cultura da Amazon focada no cliente

O marketplace de eletrônicos foi um passo muito importante dado pela Amazon, já que a cultura da empresa é focada diretamente no cliente e nas suas necessidades. Com isso, a marca garante os melhores vendedores, bem como pauta o seu trabalho no fato de que a cultura e a economia estão mudando, abrangendo assim um número de nichos maior.

Sendo assim, encontra-se em um só lugar aqueles itens mais difíceis de serem encontrados e, também, os mais vendidos em todo o país.

Leia também:  Nova Atualização do iOS deixa iPhones Antigos Mais Rápidos

Lançamento do marketplace para eletrônicos

Para comemorar o lançamento oficial da plataforma voltada para o marketplace de eletrônicos, a Amazon optou por ações diferenciadas. A primeira é que, aqueles vendedores que forem listados no site, darão alguns descontos em produtos selecionados. Além disso, até o dia 25 de outubro, a pessoa que adquirir um produto, poderá escolher gratuitamente entre 40 títulos de eBooks disponíveis na promoção.

Plataforma diferenciada

Com uma plataforma diferenciada para os eletrônicos, essa conta com diversas tecnologias que beneficiam tanto a pessoa que consome um produto como o vendedor. Dentre esses benefícios, pode-se citar o preço dinâmico, no qual o vendedor decide sobre as regras de preço no momento em que encontrar algum concorrente, podendo optar por um desconto por um tempo determinado como forma de se destacar dos demais.

Assim, se o negociador for diferenciado na oferta, com uma boa avaliação dos clientes e um bom valor total do produto e mais o frete, há grandes chances de que ele tenha muito a ganhar, já que venderá mais também.

Além disso, outro diferencial da plataforma é a sua configuração para o envio de mercadorias por região, já que essa permite o ajuste em relação aos fretes por localidade de cada cliente. Com isso, é possível melhorar uma oferta para quem está mais próximo, por exemplo.

É importante ressaltar, por outro lado, que a taxa cobrada pela Amazon será simplificada. Ou seja: essa é de 10% para todos os produtos que forem vendidos na plataforma, independente do financiamento escolhido por um cliente final.

E como forma de oferecer maior segurança para os seus consumidores, a Amazon reforça fortemente que, mesmo que o cliente esteja comprando de terceiros no site, a responsabilidade por toda a transação e possíveis problemas poderão ser resolvidos pelo próprio site.

Leia também:  Comparativo Samsung Galaxy S9 x iPhone X

Amazon.com.br

Lançado no Brasil no ano de 2012, o portal da Amazon começou as suas vendas em mais de 13 mil eBooks na língua portuguesa, número esse que subiu rapidamente para 350 mil, seja entre livros digitais ou físicos. Atualmente, o catálogo já ultrapassa os 13 milhões de obras.

Por Kellen Kunz

Amazon venda de produtos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *