Nova Atualização do Waze para iPhone





Nova atualização permite que o aplicativo navegue com a Siri.

A desenvolvedora por trás do aplicativo para trânsito Waze lançou dia 12 deste mês mais uma atualização contendo melhorias e desempenho para a plataforma iOS. Dentre estas melhorias, a que se destaca é a integração com a Siri, assistente pessoal presente nos aparelhos da Apple.

Segundo o chancelog do app, a partir de agora, motoristas e usuários poderão se beneficiar da integração com os atalhos da assistente, memorizando as funções mais usadas, sendo acionadas apenas com uma frase curta.




A versão já está disponível na App Store ou nas atualizações.

Waze

O Waze é o aplicativo de trânsito em tempo real mais usado no mundo. De forma simples, utiliza o GPS do aparelho para localizar e indicar as rotas. Utiliza a base de dados do Google Maps para reconhecer ruas, estradas, vilarejo e usa essas informações para analisar o trânsito em tempo real, oferecendo a melhor rota com a melhor economia e o menor tempo.


Mas não para por aí: os usuários também podem compartilhar informações com toda a base cadastrada. Isto ajuda nos momentos de maior congestionamento em cidades grandes, ou nas ruas recém-abertas em cidades pequenas, já que o sistema de mapas não é perfeito e pode em algum momento estar desatualizado.

Em seu site, a Waze informa que os motoristas colaboram entre si para escapar do trânsito e utilizar a melhor rota possível. O app também suporta os mapas editados pela comunidade, bem como a sua voz graças a possibilidade de se inserir comandos através da voz.

Outro recurso interessante é o auxílio na hora do combustível: com uma rota mais otimizada, os motoristas terão a oportunidade de economizar combustível já que os usuários da base informam aos outros estas informações preciosas.

Compra da Google

Em 2013, a gigante Google anunciou que adquiriu a desenvolvedora original do aplicativo. A israelense foi alvo dos americanos pelas funcionalidades, sendo bastante útil para o seu já consagrado Google Maps.

No ato da compra, a empresa comunicou a imprensa que o Waze é uma ferramenta preciosa para melhoria do Maps, que ainda não contava com tráfego de trânsito em tempo real, por exemplo.

Naquela oportunidade, a Waze surpreendia já que eram mais de 43 milhões de usuários. Motoristas de Uber, profissionais que utilizam o veículo para o seu trabalho diário e os motoristas tradicionais enxergavam no Waze uma ferramenta importante, já que ele cumpre bem o papel de auxiliar nas rotas e também no tráfego de trânsito.

Origem do Waze

Apesar de ganhar repercussão em 2013 após a compra pela Google, a ideia nasceu bem antes, no ano de 2008. A utilização de GPS no trânsito criando assim uma rede social contendo informações sobre rotas através da localização, se mostrou um verdadeiro sucesso, estando sempre na lista dos apps mais baixados.

A versatilidade é a marca do serviço: praticamente todas as plataformas possuem o app disponível para download e utilização. Isto auxiliou para a popularidade, já que, antigamente, os motoristas dependiam apenas do GPS embarcado no veículo, muitas vezes lento e desatualizado, dependendo de uma atualização da fabricante. Atualização esta que não era barata e dependia de alguém especializado para instala-la.

Com o advento dos smartphones, tudo mudou. Viu-se um campo extraordinário para implementar uma ideia simples, fácil e gratuita. Com o passar dos anos, o app foi melhorando e recebendo os mapas de países de continentes como Europa, África e América do Norte e Sul.

O que o Waze faz é simples: envia informações anônimas para sua base de dados com o intuito de melhorar o serviço. A receita deu certo e a colaboração dos usuários auxiliou o app e ainda auxilia para que novas rotas sejam incluídas.

Vale lembrar que o software Waze é de código aberto, enquadrado na Licença GNU 2, sendo que esta licença não abrange o uso de mapas.

Por Leandrinho de Souza





Postar Comentário