Fim do Xiaomi Mi 8 Explorer Edition




Smartphone tem sua produção encerrada.

Sucesso de vendas e de receptividade do público, o Xiaomi MI 8 Explorer pode estar se despedindo: fontes chinesas apontam que a fabricante encerrou a produção deste que é considerado um dos melhores celulares do ano passado. O indício mais forte é a remoção do celular da loja da Xiaomi, algo que pode ser encarado como um anúncio não oficial de descontinuação do celular.

A informação parece ser controversa com aquele rumor apontado no início do mês de fevereiro: Segundo os burburinhos, a Xiaomi estaria preparando uma versão global do aparelho para lançamento em outras partes do mundo. A possibilidade foi levantada no famoso fórum XDA developers, que identificou um modelo do MI 8 Explorer com a palavra global, apontando um suposto lançamento fora da China.


Com o encerramento da produção, o celular só pode ser encontrado em lojas online ou varejistas físicos. Aqueles que se interessam na aquisição de uma unidade deste deve procurar os varejistas, que ainda devem possuir estoque. Com as vendas de o celular sendo restrita apenas à China, para importar é necessário procurar uma loja que realize este serviço.

Recursos do MI9 no MI8

O MI 9 é atualmente o sucessor do MI 8 Explorer, ao qual deve chegar em breve as lojas. Porém, de acordo com supostas informações vazadas em fóruns chineses, os recursos do MI 9 devem chegar ao seu antecessor.

Mais precisamente, devem estar à disposição dos atuais usuários o modo de game turbo e Mi turbo, além do modo escuro por todo o sistema. Os benefícios também devem chegar para a bateria, com a otimização do modelo novo naquele do ano passado e a perfumaria da nova animação ao carregar o celular.


Somente na China, os atuais proprietários do MI8 Explorer devem ganhar um ano de passe gratuito no transporte de ônibus. A lista de novidades se encerra com os novos papeis de parede e atalho para a leitura de impressão digital na tela.

O encerramento da produção do modelo Explorer não deve afetar o recebimento de novos recursos. Por exemplo, nos últimos meses diversas melhorias chegaram ao topo de linha. Um delas é o upgrade na filmagem em câmera lenta para 960 FPS e o modelo Super Night Scene, que de acordo com a Xiaomi, melhoram drasticamente as fotografias registradas em condições de pouca luz, principalmente a noite.

Modelo é um topo de linha de respeito

Quem possui um MI 8 Explorer pode ficar contente com suas especificações: nas suas entranhas, um Snapdragon 845 é o responsável por ser o cérebro do aparelho, acompanhado de 8GB de RAM, que colocam o celular ainda com características atualizadas, mesmo após um ano de seu lançamento.

São 128 GB de armazenamento interno divididos entre o sistema operacional e seus aplicativos padrão. Apesar disto, sobra muito espaço para que o usuário possa instalar seus aplicativos, jogos e salvar seus arquivos com facilidade. Um ponto fraco é a ausência de expansão por cartão SD. Quem tem um Explorer vai ficar preso com o bom espaço padrão já incluso.

A tela é generosa: São 6.1 polegadas em resolução FULL HD+ com tecnologia Super AMOED e proteção Gorilla Glass contra riscos e arranhões. A parte frontal possui um pequeno recorte em seu topo, o que já é padrão nos aparelhos lançados principalmente no ano passado.

O conjunto de câmeras também agrada: um sensor duplo na parte traseira, ambos de 12MP com gravação em 4K e outros recursos avançados. Na parte frontal, a lente fica no pequeno recorte, com 20MP. A câmera de selfie grava em FULL HD.

São 3.000 mAH de bateria com suporte a carregamento rápido com boa autonomia graças ao gerenciamento implementado pela Xiaomi.

Preço

Até o fechamento desta matéria, foram encontradas unidades em sites de venda da China que importam ao Brasil por pouco mais de 2.500 reais.

Por Leandrinho de Souza





Postar Comentário