Samsung Galaxy S10 – Bug Aumenta Consumo da Bateria




Novo Processador Exynos pode ser o responsável pelo problema.

Lançado em março em algumas partes do mundo e em abril no Brasil, o Galaxy S10 apresenta suas primeiras falhas. O novo topo de linha da Samsung não é perfeito e está longe de estar imune a problemas, mas a primeira dor de cabeça que a fabricante terá que resolver já foi reportada por alguns usuários.

Segundo estes consumidores, a linha S10 com o processador Exynos tem ao menos dois graves problemas: o primeiro deles refere-se ao problema no sensor de proximidade. O celular basicamente não entende os comandos do usuário e simplesmente mantém a tela ligada o tempo todo. Os sensores não entendem a ordem dada pelo usuário e simplesmente o ignoram. Já o segundo grande problema afeta o uso tradicional em aplicativos que possibilitam o uso de ligações via internet, como é o caso do Whatsapp e o Skype. Nestes, após encerrar uma chamada o processador Exynos simplesmente não ativa o gerenciamento de bateria, drenando a carga em uma velocidade absurda.


Ainda de acordo com os usuários, o problema das ligações via internet pode ser resolvidas de forma bastante simples: basta que a cada chamada via internet recebida ou realizada, o celular seja reiniciado: isto não resolve a falha, mas ajuda a manter o celular por mais tempo sem precisar do auxílio do carregador.

Um ponto interessante reportado pelos usuários é que ao realizar uma chamada via celular de forma tradicional, o problema não é apresentado: ou seja, o processador entende que uma chamada para telefone realmente é uma chamada e não uma atividade pouco intensa, como é de se observar.

Reclamações chegaram aos ouvidos da Samsung

Segundo o site Phone Arena, que entrou em contato com a fabricante, há uma promessa que este problema seja resolvido. Segundo a empresa, a correção chegará via atualização de software, mostrando que o problema pode não ser o processador, mas sim a programação ao qual o sistema foi submetido, já que o Android é modificado pela Samsung, recebendo os drivers necessários para que os equipamentos conversem adequadamente com o sistema operacional.


Processador Snapdragon livre do problema

Os consumidores de regiões onde a Samsung distribuiu o S10 com o processador Snapdragon, como é o caso dos Estados Unidos, podem ficar tranquilos. A falha não é apresentada nesta variante do S10E, S10 normal e S10 Plus.

S10E, S10 e S10 Plus

Para este ano, a Samsung equipou o topo de linha de seus celulares com três variantes: S10 E, S10 e S10 Plus. Relembre um pouco deles abaixo:

S10 E

Apelidado de Essencial, esta variante é a mais simples dos três modelos. Apresentando especificações que diferem poucos dos seus irmãos, o S10E conta com uma tela de 5,8 polegadas com tecnologia AMOLED dinâmico e resolução 2K. Tem proteção contra riscos e arranhões, câmeras duplas na parte traseira e sensor único na frontal com espaço reservado na tela. Vem equipado com 6GB ou 8GB de memória RAM, além de espaço interno de 128 ou 256 GB, suportando armazenamento expansível via cartão SD.

S10

O modelo tradicional do S10 conta com um sensor triplo na traseira e único na parte frontal, 8GB de memória RAM e espaço interno de 128 ou 512 GB. Sensor de digitais sob o painel frontal com expansão para até 512 GB por cartão SD.

S10 Plus

Já o S10 Plus possui 8 GB ou 12 GB de memória RAM com espaço interno de 128, 512 ou 1TB, suportando expansão assim como os seus irmãos. Possui três câmeras na parte traseira e dois na frontal, tela com AMOLED dinâmico, sensor de digitais sob a tela e bateria de 4.100 Mah.

Todos os três celulares recebem o mesmo chipset, o Exynos 9820 ou o Snapdragon 855, suportando carregamento rápido e possuindo seu corpo em vidro, que possibilita que outros celulares recebam carga através dele.

Por Leandrinho de Souza





Postar Comentário