Samsung anuncia Fim da Linha J





Modelos de entrada serão lançados na linha Galaxy A.

A companhia sul coreana não para de surpreender seus clientes, sobretudo em território brasileiro.

A companhia Samsung é, na atualidade, sem sobra de dúvida, a empresa produtora de smartphones de maior influência e atuação no Brasil, abrangendo um grande conjunto de linhas e de modelos de aparelhos comercializados por aqui. Dentro desta imensa salada de letras e de números, o pacto comercial, por assim dizer, entre nosso país e a Samsung é o seguinte: modelos de entrada que integram a dita linha J, seguida de uma série especial de aparelhos intermediários, que compõem a linha A, como também o conjunto dos principais smartphones da linha S e mais o Note.




Entretanto, uma notícia pode ter assombrado os consumidores mais antenados. Na última terça-feira, dia 9 de abril, os gestores da Samsung fizeram anunciar que a companhia fará aposentar todo o conjunto de termos da série Galaxy J, sendo que todo este rol de alternativas estará inserido no leque de opções da linha Galaxy A.

Este tipo de alteração consiste em uma típica mudança estratégica, própria de muitas empresas, e, neste caso, foi divulgada oficialmente por meio de um vídeo propaganda da própria Samsung, a partir da sua filial na Malásia.


O vídeo consiste em fazer uma espécie de promoção, embora não haja, em todo o seu conteúdo, qualquer esclarecimento ou justificativa sobre a razão de se suspender definitivamente toda a linha Galaxy J. Entretanto, a meta de suspensão da série estava sendo antecipada por meio de notas prévia e singulares. Antecipava a tal a inserção da tal linha Galaxy M como uma possível substituta.

Mesmo assim, ao que parece, os especialistas explicam que a companhia está operando certa reorganização sobre todo o seu portfólio, porém, toda essa condensação de linhas, juntando funções e atributos muito distintos entre si, não indica, na visão dos especialistas, que essa meta vai tornar tudo mais prático para a vida dos consumidores.

Existe um risco de que todo esse aparato, mesclado, cause uma confusão sobre os clientes, tanto na escolha de um aparelho desta marca, na hora de aquisição, quanto em seu manuseio. Esta junção, inicialmente, causará indecisões entre os consumidores, já que esse projeto acaba com a distinção clara que existe entre os aparelhos de entrada e os modelos intermediários. Em time que está ganhando não se mexe!

Atualmente, toda a linha Galaxy A foi agraciada com uma série de atributos em termos de tecnologia de ponta, tais como as potentes câmeras triplas e a produção configurada em acabamento muito mais refinado. Portanto, estes são os aparelhos que foram determinados a encabeçar todas as novas e velhas funcionalidades dos aparelhos que são mais caros no mercado.

Deste modo, a grande tendência da empresa está em produzir distinções entre as potências e capacidades de cada versão de smartphone produzido, sendo que este tipo de classificação qualitativa se dará em conformidade com o número de título de cada tipo de celular, ou seja: o Galaxy A10; o Galaxy A20; o Galaxy A30; o Galaxy A40; o Galaxy A50; o Galaxy A60 e o Galaxy A70.

Os especialistas continuam otimistas para a chegada, em breve, do modelo já mencionando nesta pauta, ou seja, o novo aparelho da linha Galaxy, o M. Entretanto, ainda não há previsão para a comercialização do mesmo no Brasil. Vale a pena consultar as atualizações.

Dizem que a organização das linhas de produtos nunca foi forte dos empresários da Samsung. Portanto, os consumidores terão que ter paciência e tentar adaptar-se.

Paulo Henrique dos Santos





Postar Comentário