Fim dos Smartphones da Sony no Brasil





Marca anuncia saída do Brasil após fracas vendas de seus aparelhos.

Para quem gosta e acompanha o mercado de aparelhos móveis aqui no Brasil, neste mês de abril, acabou sendo surpreendido por uma triste notícia: A Sony, um dos gigantes da tecnologia mundial, inclusive no mercado de aparelhos celulares, anunciou a sua saída do Brasil.

O fato veio justamente quando a empresa parece ter atingido uma fase de plena expansão no ramo dos smartphones, justamente numa tentativa de fazer frente a alguns dos seus maiores concorrentes em território brasileiro como a Samsung e a Motorola.




Segundo os especialistas de plantão, o motivo para tal decisão veio justamente daqueles que seriam os maiores beneficiados com os sofisticados modelos da marca, o consumidor brasileiro.

Sem querer ser prolixo e indo diretamente ao ponto, os smartphones da Sony possuem uma gama de recursos e funcionalidades muito boas. Entretanto, o seu 'calcanhar de Aquiles' e que foi a principal causa de sua saída foi justamente o preço.


Ao longo dos anos, a marca foi a responsável por grandes novidades, tais como o famoso Xperia, um sucesso, principalmente pela sua inegável capacidade de suportar várias horas debaixo d'agua. Afinal, quem não se lembra da imensa campanha de lançamento da marca feita em alguns dos principais shoppings do país na qual vários modelos eram colocados em imensas caixas de vidro cheias de água e ficavam em plena exposição para quem quisesse ver? Alguns mais afoitos até se atreviam a colocar seus aparelhos submersos em copos cheios de bebidas.

Mas a verdade dos fatos é que a grande maioria dos consumidores brasileiros já vinha a um bom tempo preterindo os modelos da fabricante japonesa a outros mais em conta e com as mesmas funcionalidades.

O problema é que todos os modelos anunciados pela empresa eram todos importados, o que contribuía para encarecer ainda mais o custo final ao consumidor.

Outro problema sério enfrentado pela marca foi a relação problemática da empresa com os seus consumidores brasileiros. Como os modelos vinham de fora, a manutenção e o conserto de alguns smartphones era muito dificultosa, principalmente pelo fato de demorar muito todo o processo de substituição de alguma peça defeituosa.

Além disto, a empresa não conseguiu montar um bom serviço de atendimento ao cliente, o que sempre acabava irritando muitos consumidores.

Foi com o lançamento da última versão do Xperia, o XZ2, em 2016, que a empresa começou a enfrentar sérios problemas financeiros em virtude de uma queda sucessivel em termos de vendas.

A qualidade e a tecnologia da fabricante sempre foram muito bem reconhecidas pelo seu público, entretanto, a política de preços praticada estava se tornando inviável para a maioria dos usuários que desejam ter um modelo mais recente da marca.

Outro fator é que a partir do lançamento dos aparelhos do tipo smartphone, as outras marcas passaram a investir de forma maciça em aparelhos cada vez mais sofisticados, com muitas funções interessantes e com o que é melhor ainda: preços cada vez mais competitivos e mais acessíveis e isto acabou por conquistar cada vez mais os consumidores que não possuem muito dinheiro para gastar com qualquer marca.

A Sony já vinha percebendo tal comportamento do consumidor brasileiro e ao entrar o ano de 2019, ela já vinha se preparando para tal decisão. Uma prova disto foi a desativação de sua linha de aparelhos no seu site brasileiro e de sua página de relaciomento no Facebook.

Os consumidores brasileiros que desejavam mudar de aparelho ou até mesmo adquirir um modelo mais atual da marca infelizmente, terão que migrar para outras marcas em virtude do anúncio de sua saída do Brasil. Talvez uma boa saída para quem quer muitas funcionalidades por um preço bem mais em conta .

Emmanoel Gomes





Postar Comentário