Novo Sistema Operacional da Huawei





Restrição do Governo Americano pode fazer com que a empresa tenha de criar seu próprio sistema operacional.

A restrição do governo americano que impôs as firmas americanas a proibição de manter negócios com a chinesa Huawei afetou em cheio a empresa do oriente. Umas séries de empresas acabaram por forçadamente a cortar suas relações com a empresa, impactando nos seus produtos. E uma delas é a Google, que restringiu o acesso da empresa proveniente da China ao Android.

A notiícia caiu como uma bomba no colo da Huawei, que mantinha ótimas relações com o Android e colaborava com o sistema. Se por um lado o sistema do robozinho mais usado no mundo está restrito, uma oportunidade surge: de adiantar o seu sistema operacional próprio. A Huawei estava em desenvolvimento de uma alternativa ao Android há algum tempo, e terá que acelerar a implementação dele se não quer ficar para trás na guerra dos celulares.




Possivelmente levando o nome de Ark OS, esta seria a alternativa ao Android. Este pode ser o nome na Europa, já que a Huawei pediu um registro desta marca. Já no oriente, terra de origem da empresa, o sistema pode se chamar HongMeng OS, já que este foi mais um nome mencionado na patente registrada por lá. As primeiras informações dão conta de que este seria baseado no Linux que é aberto e seria uma medida para fugir das sanções aplicadas pelo governo americano. Em entrevista a jornais internacionais, um dos executivos da empresa também afirmou que uma loja própria deve estar pronta até o lançamento.

Loja pode ser a portuguesa Aptoide

Muito conhecida pelos usuários Android, a Huawei parece que foi procurar a Aptoide, uma empresa startup sediada em Portugal. A estimativa é de que ela chegue próximo a 1 bilhão de aplicativos registrados ao qual atraiu os olhos e a atenção da chinesa para substiuir a loja do Google.Outros números parecem encantar aos ouvidos: são 200 milhões de usuários que desfrutam dos aplicativos da loja.


Analisando o site da loja alternativa, a mesma dispõe de mais outros dois aplicativos: um destinado para os boxes que funcionam como smart tv e também para smart tv. E o terceiro é uma espécie de versão mais leve, que funciona em aparelhos com internet mais lenta ou aqueles que não possuem uma potência suficiente para rodar o aplicativo padrão.

A Aptoide se julga como uma loja de aplicativos Android inovadora. Também ressalta a sua privacidade total, a disponibilidade de baixar conteúdos ilimitados e de múltiplas versões, além de possuir uma comunidade com recomendações aos novos usuários.

Hongmeng OS será compatível com apps Android

Uma informação confirmada é o suporte total aos aplicativos Android. O CEO Yu Chengdong trouxe a luz este fato e ainda confirmou o desenvolvimento de uma loja alternativa a Play Store. A boa notícia também é de que o sistema operacional produzido pela chinesa será compatível com todos os aparelhos aos quais a Huawei ainda comercializa, passando pelos celulares, chegando aos tablets e dispositivos vestíveis fabricados pela mesma.

Segundo a turma do Huawei Central, o desenvolvimento deste novo sistema operacional data do ano de 2012, apresentando que a pretensão de substituir o Android em seus dispositivos já é bastante antiga. Outra informação interessante é de que a Huawei pretende assim realizar um sistema operacional universal, seja para celulares quanto para tablets e chegando finalmente aos notebooks, sendo realmente baseado em Linux.

Outra informação importante que parte do CEO da empresa em entrevista a CNBC é que poderemos ver o sistema operacional em outros mercados somente no próximo ano. A ideia é lançar o sistema operativo para o mercado global no primeiro ou segundo trimestre do próximo ano, segundo informações trazidas pelo Huawei Central.

É esperado porém que ele seja lançado até o final deste ano, em uma resposta rápidas as sanções aplicadas em desfavor da fabricante.

Por Leandrinho de Souza





Postar Comentário