Mi Band 3 x Mi Band 4 – Comparativo e O Que Muda?





Nova geração vai ter tela colorida e continua prometendo autonomia de 20 dias para a bateria.

Na terça-feira, dia 11 de maio de 2019, a Xiaomi lançou a quarta geração da pulseira inteligente Mi Band no mercado chinês. A tela colorida da pulseira chama a atenção, sendo a primeira dessa linha a apresentar essa característica. E não é apenas a tela colorida que torna essa pulseira atraente! Ela tem vários recursos próprios que chamam a atenção de quem procura uma pulseira completa. Dentre os recursos que chamam mais atenção podemos citar o seu acelerômetro e o controle de músicas através do dispositivo. Outras boas características foram mantidas, pois “não se mexe em time que está ganhando”. Podemos destacar a resistência à agua e a bateria com autonomia de 20 dias entre essas características. Destacaremos agora o que muda na quarta geração da pulseira.

Maior mudança: a tela

A principal mudança na Mi Band 4 está na tela, que tem 0,95 polegada (24 mm), contra 0,78 polegada (20 mm) da Mi Band 3. A resolução da tela da Mi Band 4 é de 240 x 120 pixels, contra 128 x 80 pixels no modelo da geração anterior.




O novo display colorido vai possibilitar que a Xiaomi disponibilize skins de relógios na pequena tela pela primeira vez, o que significa que o usuário poderá customizar a aparência, inclusive, da tela de descanso.

Preocupado se vai arranhar ou quebrar a tela? Existe uma proteção 2.5D na tela para assegurar que ela não quebre facilmente.


Pulseiras

No caso das opções de pulseiras, o modelo de quarta geração oferece diversas opções, assim como o seu antecessor. A única diferença da nova geração é que há uma opção a mais de pulseiras: dos Vingadores.

O design é altamente parecido com o Mi Band 3, feito com silicone para assegurar que ela ficará no seu pulso.

Bateria

A capacidade da bateria aumentou. O modelo de terceira geração tinha capacidade de 110 mAh, passando agora para 135 mAh no modelo de quarta geração. A Xiaomi mantém a mesma promessa de autonomia de bateria com a pulseira em modo de repouso: 20 dias.

Novos recursos

O modelo da quarta geração tem alguns ótimos recursos que já existiam no modelo anterior. Dentre esses recursos podemos destacar os sensores de passos e de batimentos cardíacos. Porém, o modelo traz novos recursos inéditos como a opção de controlar músicas utilizando o próprio dispositivo e acelerômetro.

À prova d’água

As pessoas que gostam de atividades aquáticas ficarão felizes com a Mi Band 4, pois ela continuará a suportar até 50 metros de profundidade de mergulho, assim como seu antecessor. Os nadadores continuarão sendo capazes de nadar com um Mi Band 4 no pulso.

Preço

O modelo mais barato de Mi Band 4 vai custar 169 yuans na própria China. Porém, em outros países o preço pode ser mais alto. Está programado um preço de 34,99 libras esterlinas na Inglaterra, o que equivale a aproximadamente 44 dólares, ou 171 reais (preço na Inglaterra). O preço pode variar muito de país para país, mas sabemos que o objetivo da Xiaomi é de ter um produto de fácil alcance para as classes populares.

A versão especial dos Vingadores está disponível na China por 349 yuans, o que equivale a 50,39 dólares, ou quase 200 reais. A empresa que distribui o dispositivo, chamada DL, teria informado que deseja comercializar a pulseira em território brasileiro.

Hoje podemos encontrar o Mi Band 3 sendo vendido no Brasil por um preço próximo a esses 50 dólares. Um exemplo é a própria loja da Xiaomi na cidade de São Paulo, que o está vendendo por R$ 199,99.

Por Bruno Rafael da Silva





Postar Comentário