UMIDIGI F2 – Ficha Técnica e Novidades





Novo smartphone chega com câmera quádrupla e promete ser o melhor custo benefício.

Com a promessa de impactar o mercado dos celulares focados no custo x benefício, a Umidigi deve lançar nas próximas semanas, a atualização na linha F. Chamado apenas de F2, o celular tem a expectativa de entregar um conjunto generoso de câmeras, espaço interno de sobra, bastante memória RAM e Android atualizado pelo menor preço possível.

Os últimos vazamentos estimam que o Umidigi deve chegar as prateleiras (ao menos no mercado europeu) pelo valor de 200 euros. A parte traseira deve abrigar quatro lentes, sendo uma de 5MP para modo retrato, outra de 5MP para fotos em macro, uma de 13MP que permite um maior ângulo de visão e a lente principal com 48MP. O local ainda abriga um sensor Flash para registro em ambientes escuros. Já na parte frontal, a Umidigi reservará uma lente com 32MP de resolução. Talvez esta seja a aposta mais forte para o modelo deslanchar no mercado internacional. A lista de suporte aos modos de fotografia pela câmera mostra que a Umidigi trouxe uma lente fabricada pela Samsung, a S5KGM1. Este é o mesmo componente encontrado em celulares como o Redmi Note 8, Galaxy M30s, Motorola P50 e agora o Umidigi F2. Dentre os modelos citados com essa lente, talvez este seja um dos mais econômicos, já que outros celulares como o Black Shark 2 da Xiaomi ou o Z6 Pro da Lenovo custam acima de 2 mil e 3 mil reais, respectivamente, e trazem a mesma configuração de câmera por preços astronômicos.




Falando em parte frontal, é esperado que o F2 traga o padrão de telas adotado pela Samsung ao longo de 2019 nos seus celulares topos de linha. A resolução FULL HD Plus em uma tela de 6,53 polegadas diminuirá consideravelmente as bordas presentes no aparelho. Sem a presença do Notch, é esperado que o Umidigi F2 traga a câmera selfie do mesmo estilo que a linha S10 da Samsung, com um pequeno “furo” no painel frontal. Essa foi a solução encontrada para abrigar a lente da parte da frente do celular. Segundo ficha técnica, são 83.12 por cento de aproveitamento frontal, o que mostra que, mesmo com o pequeno furo na tela, o F2 não se diferencia tanto dos seus concorrentes, trazendo ainda um pouco de borda na parte frontal.

A Umidigi é chinesa e assim como outros celulares chineses, o modelo deve chegar embarcado com um processador Mediatek. O chipset apresentado ainda no ano passado, tem foco nos celulares com os novos padrões do mercado, apresentando uma resposta em inteligência artificial, se comparado com os concorrentes. É um processador destinado ao mercado intermediário, sendo este com oito núcleos de processamento, atingindo a frequência de até 2,1 GHz. O processador chinês é uma alternativa mais econômica para celulares que possuem embarcados o Snapdragon 710. Apesar de parecer simples, ele suporta tecnologias como memórias DDR4, celulares Dual Sim e rede 4G de velocidades mais rápidas. Alguns rumores também nos agraciam com outras especificações internas.


A configuração intermediária também deve receber uma bateria mais potente, sendo este um tanque de 5150 mAH e como já era esperado, sem possibilidade de remoção da bateria. O conjunto interno de especificações se conclui com 128GB de armazenamento, dividido entre o sistema operacional e seus aplicativos e o espaço livre. Além do armazenamento interno generoso, o usuário poderá expandir a memória interna graças ao espaço para cartões de memória de até 512GB. Não sabemos se a fabricante tem a intenção de lançar uma variante com menor espaço interno, mas esta deve ser a única versão do F2 disponível para o varejo.

Segundo as informações, o aparelho deve chegar nas primeiras semanas de outubro. Inicialmente, ele chegaria no final de setembro pelo preço de 200 euros no mercado europeu.

Por Leandrinho de Souza

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *