Como Bloquear Ligações de Bancos



Saiba como deixar de receber ligações de bancos.

Umas das coisas mais irritantes da atualidade são aquelas ligações indesejadas, nos momentos mais inapropriados, de empresas de telemarketing. Muitas dessas empresas ainda não perceberam que perturbar e irritar o cliente não é a melhor forma de manter a sua fidelidade. O pior de tudo é que, por mais óbvio que isso pareça, elas continuam cometendo este erro crucial: tornar o cliente um inimigo.

Quem nunca ficou possesso com essas ligações e teve vontade de fazer algo para evitá-las, mas não sabia como? Agora há uma maneira. O site "Não me Perturbe" foi criado com o intuito de preservar a privacidade do consumidor que está incomodado com essas chamadas. A princípio, o serviço era exclusivo para bloqueio de chamadas de telemarketing das companhias de telecomunicação, ou seja, de TV, telefone e internet. Agora também o serviço foi ampliado para o bloqueio de chamadas de instituições financeiras, particularmente relacionadas à oferta de cartão de crédito e empréstimo consignado.



Como funciona esse serviço

Para bloquear um número, o consumidor deve se cadastrar e informar o número do telefone e o nome da empresa de que não quer mais receber chamadas. Esse serviço faz parte de uma parceria entre a ABR Telecom e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), juntamente com a ABBC (Associação Brasileira de Bancos).

O consumidor pode inserir como indesejado tanto números de telefones fixos quanto móveis. E o bloqueio acontece em até 30 (trinta) dias. Cadastrado o número, a empresa não poderá mais ligar para esse consumidor para oferecer seus produtos. Mas pode ligar por outros motivos realmente necessários, como realização de cobranças e confirmação de dados, entre outros. Porém, se o consumidor decidir voltar atrás, é só realizar o desbloqueio do número que estava bloqueado.



Quais empresas participam

O bom de tudo isso é que a criação desse site é uma realização das próprias empresas de telecomunicação e agora também das instituições financeiras. Até a finalização da escrita deste artigo, o site apontava as seguintes empresas de telecomunicação participantes: Nextel, Algar, Oi, Sky, Net-Claro, Sercomtel, Tim e Tefônica-Vivo.

Já as instituições financeiras são: Zema Financeira, Agibank, Banco do Brasil, Banrisul, Banco Alfa, Banco do Nordeste, Bari, Bradesco, BMG, Sicredi, BRB, Santander, BV, Safra, Caixa, Paraná Banco, Cetelem, PAN, CCB Brasil, Olé, Digio, Mercantil do Brasil Financeira, Daycoval, Mercantil do Brasil, Bradesco Financiamentos, Itaú Consignado, Facta Financeira, Itaú-Unibanco, Financeira Alfa e Banco Inter.

Nem preciso mencionar que essas empresas estão de parabéns. Uma ação que, com certeza, cria uma empatia com o consumidor. Esperamos que as empresas que ainda não participam dessa iniciativa, percebam a importância de dar a seus clientes (ou potenciais clientes) essa ferramenta de controle.

Como efetuar o bloqueio

Se você gostou desse instrumento oferecido para o seu sossego e está interessado(a) em cadastrar um número que vem incomodando já faz tempo, siga esses passos:

  • Acesse o site Não me Perturbe;
  • clique na guia “Cadastro”, no topo da página;
  • na página que se abrirá, clique em “Solicitar bloqueio”;
  • faça login e execute a operação.

Se ainda não possuir login e senha, faça o seu cadastro. Só assim poderá realizar o bloqueio ou desbloqueio de algum número. O site também oferece a opção de consultar se seu número está entre os números bloqueados. Mas é claro que essa função é de uso das empresas.

Cada consumidor tem seus motivos para não atender a determinadas ligações. O principal deles é não estar interessado(a) em adquirir nenhum produto ou serviço. Afinal de contas, nem todo consumidor tem o mesmo perfil. No mais, em uma época em que nos falta tempo para tudo, precisamos ter o poder de decidir como gastar esse tempo.

Texto escrito por Warley Souza.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *