iPhone 11 – Análise, Vale a Pena?



Confira aqui se vale a pena investir o seu dinheiro no iPhone 11.

O mercado de aparelhos celulares está constantemente surpreendendo os consumidores e todos os anos novas estreias invadem as prateleiras.

A grande empresa de eletrônicos Apple, por meio de seus gestores, representantes e engenheiros, decidiu fazer inovar no ano de 2019 por meio de novas estreias de modelos de iPhones. Trata-se de uma geração que está marcando lucrativa presença, a partir de um rol que compõe três versões, entre as quais estão o iPhone 11; o 11 Pro e o 11 Pro Max.



Os especialistas do site detalharam os itens essenciais deste novo iPhone 11, conforme segue:

Este é um aparelho da Apple que não apresenta significativas alterações em seu design, embora o toque artístico de atualização esteja presente em parte da tela. Entretanto, em todo o resto da estrutura externa, quase nada foi alterado. Um ponto negativo, que deu origem a uma série de queixas por parte dos consumidores, foi o fato de a empresa ter apostado no design quadrado no qual as lentes das câmeras foram inseridas.



A produção deste modelo iPhone 11, em termos de estrutura externa está bastante atraente, levando em conta o fato de dispor de um acabamento em alumínio série tipo 7000. Está equipado, também, da incrível certificação tipo IP68, que conta com recurso a mais de proteção contra a ação da água e da poeira.

Sobre a bateria: embora não se trate de um grau de potência muito alto, o iPhone 11 está munido de uma bateria de eficiente operação e boa durabilidade. Os testes efetuados pelos especialistas indicaram capacidade de até 24 horas fora da tomada, a partir de 100% de carga, dentro do uso moderado. A capacidade desta bateria está em 3.110 mAh. Outros testes indicaram quase dois dias de durabilidade.

Sobre a tela e o desempenho:

A tela, seguindo os moldes do consagrado iPhone XR, edição de 2019, está vazada nas seguintes dimensões: 6.1 polegadas, mantendo capacidade de resolução somente em escala HD+. Não se trata de reprodução de imagens muito nítidas, via display, diante da concorrência que o ladeia, porém, essa limitação é muito bem compensada pela apresentação de cores mais intensas, mais vivas, com força de brilho assombrosa, mesmo sob condições de luz intensa, além do recurso de proteção tipo Oleofóbica, que evita as marcas de dedos.

Sobre as câmeras: nessa parte o novo modelo iPhone 11 está equipado de algumas novidades em relação à anterior geração. As lentes abrangem uma câmera específica para efetuar Selfies em escala de 12MP, mantendo abertura de f 2.2, entregando desempenho de registro de vídeos em Full HD e mais 4K de 30 ou mesmo 60 FPS.

A lente que compõe a câmera traseira, nesta edição, está vazada em dimensões tipo ultra grande angular de 12MP. Ao mesmo tempo, está equipada de recurso de sensor principal de 12 MP, suplementado de função de estabilização óptica das imagens.

Só esses itens citados já fazem desse aparelho uma das melhores produções deste início de ano de 2020.

E vale a pena adquirir um?

Assim que a companhia Apple, por meio de seus representantes, fez anunciar os novos lançamentos, os especialistas iniciaram os testes, sempre confiando na alta categoria dos produtos da empresa. Os valores não são muito atraentes, mas o aparelho é!

Oficialmente o modelo iPhone 11 com capacidade de 64GB está disponível no mercado brasileiro pelo valor de 5.000 reais. As opiniões se dividem, por enquanto, a respeito de sua aquisição.

Paulo Henrique dos Santos

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *