Aumento no Preço do iPhone 11 e XR no Brasil em 2020



Modelos ficaram mais caros após o lançamento do novo iPhone 12.

Temos uma péssima notícia para você que estava esperando passar a data de lançamento do iPhone 12 para garantir o seu por um preço mais em conta: a Apple acabou com esse sonho. Após a atualização da loja oficial da marca no Brasil, os modelos antigos da empresa acabaram, surpreendentemente, ficando ainda mais caros.

A loja eletrônica da Apple esteve fora do ar e, quando voltou, modelos como o iPhone 11 e o iPhone XR, lançados no ano passado, voltaram com preços mais elevados do que antes. A situação gerou espanto, pois comumente os modelos antigos da marca passam a custar mais barato depois que são lançados – pelo menos isso foi o que aconteceu nos Estados Unidos, já que por aqui as coisas parece que serão diferentes.



Apresentamos, a seguir, uma lista com os preços antes e depois de a Apple ter anunciado o iPhone 12, novo modelo da empresa americana que recentemente foi alvo de diversos memes. Nesta semana, a Apple informou que o iPhone 12 não virá com o carregador e nem com fone de ouvidos na caixa, que deverão ser comprados separadamente. Os internautas reagiram com bom humor, alguns comentando que o novo modelo será um quebra-cabeças para os consumidores.

Comparativo entre os preços do iPhone 11 e XR antes e depois da atualização:

iPhone 11:



  • 64 GB: Antes o modelo custava R$4.999 reais, e agora custa R$5.699 reais.
  • 128 GB: Antes custava R$5.299 reais, e agora está custando R$6.199 reais.
  • 256 GB: Custava R$5.799 e atualmente custa R$7.199 reais.

iPhone XR:

  • 64 GB: Antes o modelo custava R$4.299 reais, e agora está pelo preço de R$4.999 reais.
  • 128 GB: O modelo estava custando R$4.599, e atualmente está sendo vendido por R$5.299 reais.
Leia também:  Como Colocar Música de Toque no iPhone

Fora do Brasil, os dois modelos tiveram queda nos preços. A Apple, em evento online, afirmou que ambos os celulares – iPhone 11 e iPhone XR – seguirão sendo comercializados com um corte de US$100 dólares nos valores que inicialmente os modelos foram vendidos.

Apenas o modelo de 64GB do iPhone SE não teve alteração nos valores de comercialização, e segue sendo vendido ao custo de R$3.699, mesmo valor de quando foi lançado ainda no início deste ano. Os modelos de 128GB e 256GB, no entanto, também encareceram:

iPhone SE:

  • 128 GB: O modelo custava R$3.999 reais antes da alteração dos valores, e agora custa R$4.199 reais.
  • 256 GB: Antes o modelo custava R$4.499 reais, e agora está sendo vendido pelo valor de R$ 5.199 reais.

Os iPhones 11 Pro e 11 Pro Max, por sua vez, não fazem mais parte da linha de vendas da Apple. Essa situação repete o que ocorreu no ano passado, quando a marca cortou as vendas dos iPhones XS e XS Max.

Quando foi procurada por veículos de comunicação que cobrem o mercado de eletrônicos, a Apple Brasil informou apenas que os modelos passaram por um reajuste de valores. A empresa, no entanto, não explanou os motivos para esse reajuste.

A principal explicação para a alta dos preços é a recente alta do dólar no Brasil, que abandonou a casa dos R$ 4 reais em 2019 para alcançar a casa dos R$ 6 reais este ano, estando atualmente na casa dos R$ 5,50 reais, sofrendo variações a cada dia.

Os novos modelos de iPhone ainda não tiveram seus preços revelados pela Apple. No entanto, em virtude do aumento de preços dos modelos mais antigos, é muito provável que os novos modelos não cheguem tão baratos ao mercado brasileiro e possam, inclusive, bater recordes históricos com relação aos valores de comercialização dos aparelhos celulares da empresa.

Leia também:  Franquia de Internet por Mês pode Acabar

Caso você esteja ansioso pelos novos modelos e tenha planos de adquirir o seu iPhone, é melhor ficar de olho nos valores para não correr o risco de te alguma surpresa desagradável com relação aos preços.

Sabrina Ferraz Fraccari

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *