Poco X3 Pro Vale a Pena? Análise e Review do Smartphone




Confira aqui as principais qualidades e defeitos do Poco X3 Pro.

O trabalho de revisão dos grandes lançamentos de 2021, pelos nossos especialistas, é de grande validade, destacando modelos que estão entre os melhores e mais acessíveis.


Aqui o foco é o Poco X3 Pro NFC, avaliado como um dos aparelhos intermediários mais recomendados aos consumidores, por conta de seu eficiente desempenho, nova tela, potente bateria e valor de mercado bastante baixo. Os pontos positivos e negativos são analisados abaixo:

Os Prós: aparelho muito eficiente para rodar jogos; lente de câmera principal com boa captura; bateria que entrega boa autonomia e recarga acelerada; bons alto-falantes.

Os potentes Contras: o display é de tipo IPS LCD, inferior diante dos Top de Linha; a função de selfie é bastante limitada em situações de iluminação baixa; embora o valor de mercado em território brasileiro seja alto, para seus padrões, a série tem a garantia oficial.

Destaques:

A Construção e o Design: embora esteja vazado em carcaça de material plástico, o modelo foi elaborado e produzido em estrutura relativamente mais pesada e mais espessa, em relação às versões intermediárias de outras grandes marcas, mas essa densidade material só garante ainda mais o valor das potências e quantidades de ferramentas, acessórios e aplicativos.

Medidas exteriores: 165,3 por 76,8 por 9,4 milímetros. Peso oficial de 215 gramas. Houve um breve, porém, consistente aperfeiçoamento: mesmo a versão mais básica da linha está equipada de vidro frontal (tela) produzido em tecnologia Gorilla Glass 6, superando um dígito aos anteriores.

Sobre as conexões e os slots: esta série está equipada de uma bandeja na parte lateral esquerda, que possui dois slots, o primeiro para comportar o chip de qualquer operadora e a outra entrada para o chamado cartão SIM ou para cartão tipo microSD. Entretanto, este modelo smartphone não está adaptado de modo a ser compatível com recurso 5G. Este ponto não é bem negativo, dado que ainda não há previsão de inserção desse tipo de tecnologia em solo brasileiro.

Leia também:  Melhores Smartphones de 2019 - Brasil

Sobre a Tela: embora se trate de um smartphone de tipo intermediário, superando os modelos anteriores, o display está configurado em 6,67 polegadas, em escala de 20:9 e entregando resolução em Full HD+. Esta nova tecnologia que compõe o painel consiste na IPS LCD.

Sobre a configuração e o desempenho: está equipado do processador Snapdragon 860, avaliado como um dos mais potentes, no atual mercado de smartphones. A versão que foi analisada e testada é, de fato, a mais completa da série, munida de 8 GB na capacidade de memória RAM e mais 256 GB na capacidade de armazenamento interno, as versões menos potentes estão equipadas de seis (6) GB na função de memória RAM, complementada de 128 GB em memória.

O aparelho roda jogos pesados com bastante eficiência, incluindo os seguintes: o Asphalt 9; o PUBG Mobile; o Call Of Duty Mobile; o Genshim Impact e até o super pesado Forza Street. Este pode ser considerado seu ponto mais positivo.

Conjunto de câmeras: em termos de captura de imagens e vídeos, como foi citado acima, se trata de um aparelho com menos potência nesse quesito, sobretudo diante dos lançamentos anteriores. A lente principal que tinha potência de 64 MP (própria da série), por algum motivo regrediu para um de 48 MP; a função ultrawide possui somente oito MP, a função de lente macro e a lente de profundidade não passam dos dois MP.

Sobre a Bateria: para compensar, está equipado da super bateria de 5.160 mAh, a qual apresentou, nos testes, autonomia acima das expectativas, e está complementada do carregador de 33 W, que proporciona recarga acelerada.

Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.