Xiaomi 11T – Análise e Ficha Técnica do Smartphone


Confira aqui os principais pontos positivos e negativos do Xiaomi 11T.

O Xiaomi 11T chegou ao mercado com uma proposta para agradar os usuários mais exigentes e que buscam por aparelhos que contam com um desempenho de alta qualidade associado a um custo-benefício que traz valores mais básicos ao mesmo tempo que oferece um produto que pode ser comparado até mesmo com modelos que fazem parte do topo de linha.


Assim, o aparelho conta com um diferencial importante que a marca vem investindo cada vez mais. Isso pois a tela deste modelo conta com a tecnologia AMOLED com frequência 120 Hz, que garante para os mais exigentes uma exibição de vídeos e jogos de alta qualidade com um desempenho semelhante aos aparelhos que fazem parte das linhas mais avançadas e caras da marca. Além disso, ele também oferece um carregamento muito mais acelerado do que outros intermediários do mercado.


Um ponto positivo deste novo modelo da Xiaomi é mostrado através do seu Chipset com MediaTek Dimensity 1200 5G. A performance do modelo devido a estas características se mostra muito aproximada de modelos avançados, além de contar com um processador Snapdragon 888.


Na parte do design o modelo conta com alguns diferenciais. Não é muito chamativo, e conta com alguns detalhes que o fazem ser muito próximo das escolhas que são feitas nos aparelhos Premium, que costumam ser mais discretos e elegantes nesta parte. No verso ele conta com vidro enquanto suas laterais são feitas de alumínio. Na traseira estão as câmeras e o flash em LED.


Seu display é feito em Gorilla Glass Victus, uma das de maior destaque do mercado atual. Esta escolha junto com os detalhes em alumínio fazem com que o aparelho seja mais resistente até mesmo a quedas e consiga suportar bem sem que sofra com quebras e outras avarias facilmente. Na lateral direita ele conta com alguns botões, de ligar e desligar e o de volume.

O aparelho conta com entrada USB-C para carregamento e também para transferência de dados. Neste caso, a entrada também irá servir para o uso de fones de ouvido com fio, pois ele não vem com a porta P2, assim como alguns outros modelos que são encontrados no mercado atualmente. Um diferencial importante a se destacar quando a conectividade é que ele vem de fábrica com a tecnologia 5G, que tem aparecido cada vez mais em modelos intermediários. Ainda quanto a conectividade, o modelo conta com Bluetooth 5.2, que garante transferências com muito mais velocidade e eficiência.

O desempenho deste modelo coloca ele em destaque com um dos intermediários mais positivos, pois ele é capaz de rodar até jogos bem pesados. Conta com 8GB de RAM e pode ser comprado em duas versões, 128 ou 256 GB.

A câmera deste modelo conta com alguns detalhes importantes e que demonstram sua alta qualidade nas fotos. O sensor principal conta com 108MP, o que possibilita fotos com uma qualidade impressionante. Já o sensor ultrawide conta com 8MP. A câmera de selfie não é a mais satisfatória, mas conta com uma boa qualidade e com detalhes como HDR ativado. A noite a câmera falha um pouco e não consegue capturar fotos com muita qualidade em locais com baixa iluminação.

Mas, com uma bateria de 5000 mAh, ele também conta ainda com carregamento rápido devido aos seus 67W. É possível contar com um carregamento de 0 a 100% em apenas 36 minutos. Com uma reprodução de 4 horas de vídeo em streaming é possível gastar apenas 18% da bateria, o que faz com o que o telefone consiga durar quanto a bateria o dia inteiro.

Com estes pontos positivos, o novo modelo da Xiaomi se destaca como um dos intermediários que mais vale a pena investir neste momento, devido a vários tipos de atributos distintos.


Nayara Silva Guimarães


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.