Celular intermediário x topo de linha antigo – qual é melhor?


Saiba aqui o que vale mais a pena. Celular Intermediário novo ou topo de linha mais antigo.

Muitas pessoas têm dúvidas quanto à diferenciação dos celulares intermediários e top de linha. Como isso é bastante importante antes da compra de um novo aparelho, o presente artigo visa esclarecer estes aspectos, que refletem em mais do que o preço dos smartphones e impactam as possibilidades de uso.


Através das características comparadas ao longo do texto será possível determinar qual aparelho se adequa às suas necessidades e possui um custo benefício interessante, de modo que a sua compra será muito mais consciente e realmente vai resultar em algo que te beneficia.


Os celulares intermediários permitem a realização de várias tarefas cotidianas e ainda rodam com facilidade alguns jogos um pouco mais pesados. Assim, fazem sucesso entre os consumidores devido ao seu bom custo benefício. Devido a isso, é comum que apareçam nas principais listas de celulares mais vendidos.


Para que um celular possa ser considerado um intermediário, primeiramente, é preciso observar o seu processador. Os telefones que pertencem a esta categoria, em geral, possuem chipsets octacore e núcleos mais rápidos, cuja velocidade costuma ser superior a 1,8GHz. Além disso, as suas memórias RAM são sempre iguais ou superiores a 4GB.


No que se refere ao armazenamento, os aparelhos em questão começam em 32GB. Entretanto, o padrão da categoria é 64GB e alguns podem chegar até a 128GB. Os fabricantes, em alguns casos, ainda oferecem a possibilidade de expansão da memória através de cartões microSD.

Além disso, outros aspectos que contribuem para esta identificação são a tela. Em geral, os displays destes aparelhos têm resolução Full HD e são bons para as pessoas que gostam de usar os seus smartphones para assistir a séries e filmes. Vale pontuar que é possível encontrar intermediários que não contam com este recurso e têm resoluções HD+, que é um pouco inferior.

Outro aspecto interessante e que faz com que os intermediários sejam aparelhos populares é o fato de que as fabricantes têm investido um pouco mais nas câmeras destes celulares. Logo, é possível encontrar qualidade na resolução tanto quando se fala sobre o conjunto traseiro quanto sobre a câmera frontal. Além disso, a diversidade de lentes também é uma realidade nos intermediários.

Partindo para os aparelhos top de linha, é preciso afirmar primeiramente que eles também são conhecidos como premium,. Desse modo, trata-se de modelos que contam com os recursos mais modernos disponíveis na indústria e, portanto, têm o custo mais elevado que os demais por oferecerem inovações aos consumidores e um desempenho avançado.

Quando se fala sobre memória RAM, para que um aparelho seja considerado top de linha ele precisa possuir pelo menos 6GB, sendo possível encontrar celulares com muito mais do que isso. Eles também possuem os melhores processadores das suas respectivas gerações, como o Snapdragon série 800. Em termos de memória interna, os celulares premium também se destacam e a maioria possui no mínimo 128GB.

Portanto, graças às suas configurações eles são ideais para as pessoas que precisam fazer tarefas mais pesadas ou que se dedicam a jogos cujos gráficos sejam mais exigentes. Em termos de desempenho, não é esperado que estes aparelhos apresentem grandes problemas, como os incômodos travamentos.

Logo, quem está em busca de um celular que seja poderoso e que tenha todas as tecnologias, vai encontrar na categoria top de linha. Devido à importância que ela dá para a tecnologia de ponta, é possível encontrar recursos como o leitor de digital e NFC. Além disso, questões como proteção contra água, internet 5G e suporte para S Pen são alguns diferenciais oferecidos pelos aparelhos premium.

Por fim, vale citar que a tela é outra forma de diferenciar estes celulares, visto que ela é sempre de LED ou AMOLED, garantindo maior qualidade.


Amanda Guimarães Faria


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.